Síndrome de SUSAC

Síndrome de SUSAC

A Síndrome de Susac é uma condição rara formada pela união de três quadros clínicos, sendo eles: Disfunção do Sistema Nervoso Central, Deficiência Auditiva Neurossensorial e a Oclusão do Ramo Arterial da Retina.
Esta encefalopatia se manifesta por sintomas como cefaleia, deficiências motoras e sensoriais, dificuldades de comunicação, comprometimento cognitivo, insuficiência urinária e perda auditiva.
Sobre a Oclusão do Ramo Arterial, ela pode ser extensa ou sutil, bem como unilateral ou bilateral.
A etiologia específica da síndrome é desconhecida, mas acredita-se que seja uma condição autoimune, que causa microinfartos, devido à oclusão induzida pelo endotélio dos microvasos do sistema nervoso central, da orelha interna e da retina.

 

Para maiores informações entre em contato com Dr. Alexandre Grandinetti.
Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)

Agendamento de Consultas:
Telefone: (41) 3310-4284
Whatsapp: (41) 99173-2025

Instagram e Facebook: /dr.alexandregrandinetti

Dr. Alexandre Grandinetti na BRASCRS 2019

Dr. Alexandre Grandinetti na BRASCRS 2019

Na manhã do dia 30 de maio, o Dr. Alexandre Grandinetti participou como palestrante do X Congresso Brasileiro de Cirurgia Refrativa e Catarata (BRASCRS 2019), principal congresso brasileiro da área e um dos principais de oftalmologia no Brasil.

Durante o curso teórico sobre Ruptura de Cápsula Posterior, Grandinetti participou através de um caso clínico, demonstrando a sua experiência em cirurgia de Vitrectomia Anterior via Pars Plana.

O BRASCRS 2019 conta com mais de 250 temas sobre cirurgia refrativa e catarata através de seus mais de 350 palestrantes nacionais e internacionais, gerando uma grande troca de experiências entre palestrantes e congressistas entre os dias 29 de maio e 1° de junho.

Dr. Alexandre Grandinetti.
Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)

Agendamento de Consultas:
Telefone: (41) 3310-4284
Whatsapp: (41) 99173-2025

Instagram e Facebook: /dr.alexandregrandinetti

Retinoblastoma

Retinoblastoma

Podendo ser ou não hereditário, o retinoblastoma é a principal causa de câncer ocular entre crianças, sendo ocasionada devido a uma mutação no cromossomo 13, que é responsável pelo desenvolvimento de um tumor maligno na retina.

O principal sintoma da doença é a leucocoria, que é um reflexo branco que se torna visível quando uma luz artificial incide através da pupila. Outros sintomas podem incluir o estrabismo, a deformação do globo ocular e baixa visão.

A condição costuma se manifestar nos primeiros anos de vida da criança, sendo que ela pode ocorrer em um ou em ambos os olhos.

O Retinoblastoma pode ser diagnosticado por um neonatologista ainda na maternidade ou através do teste do reflexo vermelho. Quanto antes o diagnóstico, maiores as chances de tratar com sucesso.

Atualmente, a maioria dos casos é curável com radioterapia, quimioterapia e tratamentos que consistem em aplicação de laser. Tais procedimentos têm apresentado bons resultados. No entanto, nos casos mais delicados da doença é necessário a retirada do globo ocular (enucleação).

Havendo qualquer suspeita da doença, vá imediatamente a um oftalmologista. Não deixe de comparecer regularmente a um especialista.

Para maiores informações entre em contato com Dr. Alexandre Grandinetti.

Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)

Agendamento de Consultas:

Telefone: (41) 3310-4284

Whatsapp: (41) 99173-2025

 

Instagram e Facebook: /dr.alexandregrandinetti

Descolamento de Retina

Descolamento de retina

 

A retina é uma camada que se localiza no interior do olho, sendo responsável por transformar a luz em estímulo nervoso para o cérebro.

O descolamento da retina ocorre quando há um acúmulo de fluído entre essa estrutura e o epitélio pigmentar, fazendo com que elas se separem, com isso a retina fica sem a irrigação dos vasos sanguíneos e pode sofrer danos permanentes.

Entre os principais sintomas do descolamento, estão a visão turva, sombra na vista central ou periférica, flashes luminosos no olhar e o surgimento de “moscas volantes”, pontos e riscos que se mexem conforme a pessoa olha.

É importante ir ao oftalmologista assim que aparecerem os sintomas, pois o descolamento é uma condição que progride rapidamente, podendo ocasionar uma cegueira.

Entre os tratamentos disponíveis para o descolamento, a mais comum é a vitrectomia, no qual se retira o vítreo do olho e posiciona a retina no local, inserindo uma solução líquida após para ocupar a função do gel removido.

 

Para maiores informações entre em contato com Dr. Alexandre Grandinetti.
Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)
Agendamento de Consultas:
Telefone: (41) 3310-4284
Whatsapp: (41) 99173-2025

Instagram e Facebook: /dr.alexandregrandinetti

Catarata Congênita

Catarata Congênita – Tratamento em Curitiba

Durante o período de gestação, o globo ocular da criança pode não se desenvolver corretamente, ocasionando alguns problemas na visão como, por exemplo, a catarata congênita.

Possível de detectar no recém-nascido através do “teste do olhinho”, a condição faz com que a transparência do olho não seja produzida efetivamente, causando dificuldades para enxergar e podendo até cegar.

Caso detectado, a catarata congênita precisa ser tratada até os três meses de idade, pois há o risco de causar problemas permanentes na visão.

Em situações extremas, a sua correção pode ser realizada por meio de uma cirurgia de facectomia, no qual há a retirada do cristalino do olho para o implante de uma lente intraocular no lugar, que irá ocupar as mesmas funções da parte removida.

Para maiores informações entre em contato com Dr. Alexandre Grandinetti.

Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)

 

Agendamento de Consultas:

Telefone: (41) 3310-4284

Whatsapp: (41) 99173-2025

Veja mais no site: https://alexandregrandinetti.com.br

Instagram e Facebook: /dr.alexandregrandinetti

cirurgia de catarata traumática em curitiba

Cirurgia de Catarata Traumática em Curitiba

Ao contrário da catarata senil e da catarata congênita, outro tipo de catarata aparece por fatores inesperados: trata-se da catarata traumática, causada por lesões oculares, causadas por perfurações corneanas em situações como acidentes de carro, pancadas, etc. Excesso de radiação também pode ser uma das causas.

A condição pode afetar apenas o cristalino, retirando a sua opacidade por causa da lesão, ou também afetar o globo ocular, causando danos ao seu redor, como ruptura de cápsula posterior, diálise zonular pré-operatória e trauma coexistente na íris ou córnea.

Cirurgia de Catarata Traumática em Curitiba

Em ambos os casos, a catarata traumática pode ser tratada através de cirurgia, no qual há a retirada do cristalino do olho para o implante de uma lente intraocular no lugar, além de reconstruir a região do globo ocular, caso necessário.
Para maiores informações entre em contato com Dr. Alexandre Grandinetti.

Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)Agendamento de Consultas:Telefone: (41) 3310-4284

Whatsapp: (41) 99173-2025Veja mais no site: https://alexandregrandinetti.com.brInstagram e Facebook: /dr.alexandregrandinetti

cirurgia de moscas volantes na retina em curitiba

Cirurgia de Moscas Volantes em Curitiba

Também conhecida por floaters, as moscas volantes são pequenos pontos, filamentos, manchas ou teias que aparecem na visão, sendo mais perceptíveis ao olhar para uma parede vazia, para o céu ou qualquer ambiente em que haja um fundo claro. A impressão que se tem é que há moscas voando em frente a visão, por isso a doença recebe esse nome.

Essas manchas costumam aparecer devido a um processo de degeneração causada pela idade, ocasionando um descolamento do vítreo posterior, mas outros fatores também podem resultar no surgimento das moscas, como inflamação ocular e miopia.
Em alguns casos, onde os floaters não dificultam a visão, não há a necessidade de tratamento. Porém, em casos em que a doença causa desconforto e dificuldades para enxergar, é possível realizar a cirurgia para remoção das opacidades vítreas. O procedimento indicado para esses casos é a vitrectomia via pars plana.

Cirurgia de Moscas Volantes em Curitiba

Para maiores informações entre em contato com Dr. Alexandre Grandinetti.
Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)
Agendamento de Consultas:
Telefone: (41) 3310-4284
Whatsapp: (41) 99173-2025
Siga no Instagram e Facebook: /dr.alexandregrandinetti
terapia anti vegf para DMRI em curitiba

Tratamento com Terapia Anti-VEGF para DMRI em Curitiba

A terapia anti VEGF visa o tratamento da Degeneração Macular Relacionada à idade (DMRI), condição que atinge a mácula do olho e que, em sua fase úmida, resseca os vasos sanguíneos do olho, criando neovasos no local.

O fator de crescimento endotelial vascular (VEGF) é um mecanismo do organismo que aumenta a produção de vasos sanguíneos, em resposta a determinadas condições. Porém, em casos como a DMRI, essa produção é prejudicada, fazendo surgir os neovasos, que são frágeis e podem apresentar vazamento de líquido e sangue.
O tratamento é realizado por meio da injeção Intra Vítrea, no qual medicamentos ANTI-VEGF são aplicados diretamente no olho afetado, interrompendo o ciclo de crescimento anormal de vasos sanguíneos e, no caso da DMRI, impedem o avanço da doença, melhorando também a visão dos pacientes.

Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo em Curitiba

Dr. Alexandre Grandinetti (CRM 19.607)

Agendamento de Consultas:
Telefone: (41) 3310-4284
Whatsapp: (41) 99173-2025
Instagram e Facebook: /dr.alexandregrandinetti
Cirurgia de Catarata em Curitiba

Catarata: O que é, causas e tratamento com cirurgia em Curitiba

A catarata é uma doença ocular que afeta o cristalino do olho, que perde a sua transparência com o passar do tempo, ficando opaca.

Entre os sintomas que estão atrelados a catarata, se destaca a dificuldade em enxergar a noite, sensibilidade alta à luz, aparecimento de manchas e brilhos na vista, além da perda gradual da visão.
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a condição é a principal causa de cegueira no mundo, sendo responsável por 20 milhões de casos de perda total de visão.
O único tratamento definitivo para esta patologia é através de uma intervenção cirúrgica, no qual há o implante de uma lente intraocular no lugar do cristalino retirado, tendo as mesmas funções da parte removida e sendo possível a correção dos erros refrativos relacionados.
Para maiores informações entre em contato com Dr. Alexandre Grandinetti.
Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)
Agendamento de Consultas:
Telefone: (41) 3310-4284
Whatsapp: (41) 99173-2025
Instagram e Facebook: /dr.alexandregrandinetti
uveites causas e tratamento em curitiba

Tratamento em Curitiba da Uveítes: O que é, causas e como tratar

Conhecida por deixar o olho vermelho, uveíte é o nome dado para um conjunto de doenças inflamatórias que podem atingir o olho, causando sintomas como sensibilidade à luz, visão embaçada, dor e a presença de pontos na vista.

A maioria dos casos de uveítes não tem as suas causas diagnosticadas, mas nos casos de diagnóstico, os motivos mais comuns são infecções no olho, corpos estranhos, traumas oculares, linfomas, leucemias, artrite, lúpus e doenças sistêmicas, como toxoplasmose e sífilis.
A condição pode ser classificada em três tipos, de acordo com a área afetada, sendo elas:
UVEÍTES INFERIOR: afeta as regiões da córnea, câmara anterior e íris;
UVEÍTES INTERMEDIÁRIA: acomete a parte intermediária do olho;
UVEÍTES POSTERIOR: atinge a parte correspondente a retina, o vítreo e/ou o nervo óptico.

Tratamento da Uveítes em Curitiba

Além de ser necessário tratar a uveíte conforme o seu tipo, também é preciso diagnosticar se há alguma outra condição a causando e tratar ambos os problemas, uma vez que, se não for realizado, corre-se o risco do problema no olho retornar.

Para maiores informações entre em contato com Dr. Alexandre Grandinetti.

Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)

Agendamento de Consultas:

Telefone: (41) 3310-4284 

Whatsapp: (41) 99173-2025

Veja mais no site: https://alexandregrandinetti.com.br