retinopatia da prematuridade tratamento em curitiba

O que é Retinopatia da Prematuridade?

A retinopatia da prematuridade é uma doença que atinge os recém nascidos prematuros.

A prematuridade é a principal causa da doença. Recém-nascidos com 32 ou menos semanas de gestação se encontram neste grupo de risco. Outros fatores seriam o peso muito baixo (abaixo de 1500 g), falta ou excesso de oxigênio, falta de vitamina e dificuldades respiratórias (apnéia), além de bradicardias frequentes.

Percebe-se que quanto mais fraco o bebê, maior são as chances de ser diagnosticado a doença.

Outras doenças que podem estar relacionadas ao aparecimento da retinopatia da prematuridade são astigmatismo, miopia, deslocamento da retina, nistagmo, estrabismo, diplopia e ambliopia.

Além da prematuridade, também existe uma predisposição genética que leva à retinopatia da prematuridade.

É devido a todas essas complicações, que é recomendado a realização de um exame oftalmológico durante as primeiras semanas de vida. Quanto antes , menor as chances de complicações no futuro.

Tratamento da Retinopatia da Prematuridade

O tratamento pode variar muito com o estágio da doença. Dependendo do caso, pode-se fazer uma fotocoagulação retiniana (tratamento dos vasos sanguíneo à laser), lensectomia (lente ocular para restaurar a visão), uso de medicamentos intra-vítreos e a vitrectomia. Para caso, é necessário uma análise do oftalmologista para a melhor indicação de tratamento.

Para maiores informações, entre em contato com Dr. Alexandre Grandinett, médico especialista em retina em Curitiba.

membrana epirretiniana tratamento em curitiba

O que é Membrana Epirretiniana? Confira as causas, sintomas e tratamento em Curitiba

A membrana epirretiniana é uma camada fina de células que se formam e se estabelecem na região central da retina.

Devido ao envelhecimento, ocorre uma alteração da estrutura vítreo-retiniana em nosso olho. Desta forma, a membrana epirretiniana pode ser formada.

Pós um período de crescimento da membrana epirretiniana, um enrugamento é causado na retina, o que altera a visão.

A idade do paciente pode ser um fator que corrobore para a doença. É mais comum em pacientes acima dos 50 anos.

Como saber se tenho Membrana Epirretiniana?

É preciso uma consulta com um especialista confiável, a fim de se obter o diagnóstico. Exames detalhados da estrutura da retina e da mácula são requeridos. Eles servem para identificar se há alguma alteração na visão e porque ela é causada.

Sintomas causados pela Membrana Epirretiniana:

Os sintomas podem ser prejudiciais e muitas vezes debilitam o paciente, se não tratado. Dentre eles, são:

  • Distorções da imagem
  • Dificuldade para enxergar cores ou formas
  • Falta de nitidez
  • Enxergar “dobrado” a imagem (diplopia)
  • Visão de pequenos riscos na imagem (fotopsia).

Quais são as causas?

O deslocamento do vítreo (membrana gelatinosa do olho), ocasionado pela idade ou outros fatores, pode liberar células que se espalham sobre a retina e posteriormente se enrugam, causando assim os sintomas citados anteriormente.

Como realizar o tratamento?

Para tratar da membrana epirretiniana, é necessário um procedimento cirúrgico chamado vitrectomia. Os detalhes sobre como será a cirurgia variam muito de acordo com a duração e os sintomas e o estágio da doença.

Tratamento de Membrana Epirretiniana em Curitiba

Para maiores informações sobre o tratamento de membrana epirretiniana na cidade de Curitiba, entre em contato com Dr. Alexandre Grandinetti via Whatsapp, clicando no botão abaixo.

cirurgia de catarata em curitiba

Tratamento da Catarata em Curitiba

A catarata é um problema de saúde muito comum e que pode prejudicar seriamente a vida de uma pessoa. Por tanto, é necessário pesquisar e se informar a respeito, para buscar o tratamento da catarata o mais breve possível.

Uma das causas mais comuns do surgimento da doença é o envelhecimento natural. No entanto, em casos menos comuns pode ser um problema que aparece em outras fases da vida.

Entenda um pouco mais sobre a catarata e saiba como é realizado o procedimento para o tratamento da catarata em Curitiba.

Catarata ocular

A catarata é um problema comum entre os idosos, que quando não tratado pode levar à cegueira parcial ou total da visão, reduzindo a qualidade de vida. A catarata é caracterizada como a opacificação do cristalino ocular, fazendo com que a visão fique comprometida.

Ao menor sinal do aparecimento incômodo para enxergar é necessário buscar ajuda de um médico oftalmologista, para que seja avaliado e indicado possíveis tratamentos para a catarata.

Tratamento da catarata em Curitiba

A única opção para o tratamento da catarata atualmente é sua remoção cirúrgica. A cirurgia remove o cristalino do olho afetado pela opacidade. Após a remoção é implantada uma lente intraocular no local.

As lentes que poderão ser utilizadas para o transplante podem ser monofocal, tórica, multifocal ou trifocal, dependendo da necessidade do paciente. A escolha do tipo de lente é realizada pelo médico, que com o auxílio de exames, irá indicar para o paciente a melhor opção.

Todo o procedimento deve ser realizado por profissional capacitado, especialista e que possua experiência, pois é um procedimento delicado e que precisa ser realizado com precisão. Por tanto, existe a necessidade de contar com o auxílio de um profissional de confiança que transmita seriedade e segurança, para você se submeter com mais tranquilidade a este procedimento.

A cirurgia de catarata é muito rápida, não costuma levar mais do que 10 minutos, e logo após o término o paciente poderá retornar para casa. Não há necessidade de internação.

Para o sucesso da cirurgia é de extrema importância, que os principais cuidados indicados pelo médico sejam atendidos, como não praticar exercícios físicos logo nos primeiros dias após o procedimento, proteger o olho contra vento e poeira, entre outros..

Além dos cuidados com o olho, é necessário utilizar colírios conforme a indicação médica, para proporcionar uma recuperação mais tranquila após a cirurgia de catarata em Curitiba.

especialista em retina em curitiba

Especialista de Retina em Curitiba

Médico Oftalmologista Especialista em Retina em Curitiba

Consultas oftalmológicas de rotina são importantes para manter a saúde ocular em dia. Porém, existem doenças silenciosas que a avaliação de rotina acaba não identificando. É neste cenário que o retinólogo, profissional especializado em tratamento de doenças que afetam a retina, pode identificar possíveis complicações.

O médico é capacitado para realizar exames e fazer uma avaliação detalhada da retina, que é uma parte do olho muito importante para a visão.

especialista em retina em curitiba

Doenças de retina

A retina é uma membrana interna do olho, que tem a função de captar a luz. De todas as estruturas oculares ela é a mais importante, e pode apresentar diversas alterações.

Algumas das doenças que afetam a retina são:

Todas essas doenças podem causar perda de visão, parcial ou completa.

Por isso, havendo qualquer alteração visual, é importante buscar um retinólogo.

Pacientes com hipertensão arterial, diabetes e idosos devem visitar um retinólogo periodicamente para acompanhamento, mesmo não havendo alterações visuais. Isso porque, como as doenças de retina costumam ser silenciosas, quando o paciente percebe alguma alteração, a visão já pode estar parcialmente comprometida.

Especialista em Retina em Curitiba

Para maiores informações entre em contato com Dr. Alexandre Grandinetti. Especialista em Retina em Curitiba.

Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)⠀

Agendamento de Consultas:

Telefone: (41) 3310-4284

Whatsapp: (41) 99173-2025

o que causa o descolamento de retina

O que causa o descolamento de retina?

Entre os principais fatores que causam o Descolamento de Retina, estão traumas oculares, diabetes, doenças inflamatórias, além da propensão em pacientes com erros refrativos, como alta miopia.

É importante consultar um oftalmologista regularmente ou quando apresentar qualquer sintoma relacionado ao descolamento de retina, como moscas volantes, flashes de luz e sombras no campo da visão.

 

Para maiores informações entre em contato com Dr. Alexandre Grandinetti.

Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)⠀

 

Agendamento de Consultas:

Telefone: (41) 3310-4284

Whatsapp: (41) 99173-2025

seu cérebro pode disfarçar uma cegueira

O seu cérebro pode estar disfarçando uma cegueira

Segundo dados da Academia Americana de Oftalmologia, se você possuir mais de 40 anos, o seu cérebro pode estar disfarçando uma cegueira neste exato momento.

Isto acontece com pacientes que possuem Denegeração Macular Relacionada à Idade (DMRI) leve, condição que ocasiona problemas na visão, mas que o cérebro “preenche” o olhar para que não pareça que há alguma condição. Os sintomas percepíveis começam na fase grave da doença.

É importante que, em pessoas que não estão em nenhum grupo de risco, seja realizado o exame de fundo de olho anualmente a partir dos 50 anos, ao passo que, em pessoas com alguma propensão a ter DRMI, é bom realizar o teste a partir dos 40 anos.

Para maiores informações entre em contato com Dr. Alexandre Grandinetti.⠀⠀

Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)⠀

 

Agendamento de Consultas:⠀⠀

Telefone: (41) 3310-4284⠀⠀

Whatsapp: (41) 99173-2025⠀

Instagram e Facebook: /dr.alexandregrandinetti

descolamento de retina é uma urgência médica

Descolamento de retina é urgência médica

O desprendimento da retina da estrutura ocular é uma condição que age rapidamente, uma vez que os seus sintomas evoluem depressa e podem facilmente evoluir para uma cegueira.
Por isso, o descolamento de retina é uma urgência médica, sendo importante ir ao oftalmologista imediatamente assim que surgirem os primeiros sintomas, como visão turva, flashes luminosos, sombra central e manchas que se movimentam no campo de visão.

Para maiores informações entre em contato com Dr. Alexandre Grandinetti.⠀⠀

Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)⠀

 

Agendamento de Consultas:⠀⠀

Telefone: (41) 3310-4284⠀⠀

Whatsapp: (41) 99173-2025⠀

Instagram e Facebook: /dr.alexandregrandinetti⠀⠀

catarata traumática

Catarata traumática

A catarata traumática é uma doença ocular, na qual o olho sofre algum tipo de impacto, por exemplo, em casos de colisões automobilísticas e quedas em escadas, ocasionando com isso a opacidade no cristalino.

O tratamento da catarata traumática é semelhante ao da catarata senil, removendo o cristalino opaco para o implante de uma lente intraocular em seu lugar, além de reconstruir possíveis avarias ao redor causadas pelo impacto.

Para maiores informações entre em contato com Dr. Alexandre Grandinetti.⠀
Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)
Agendamento de Consultas:⠀
Telefone: (41) 3310-4284⠀
Whatsapp: (41) 99173-2025

Instagram e Facebook: /dr.alexandregrandinetti⠀

mapeamento de retina

Mapeamento de retina

O mapeamento de retina é um exame realizado com o intuito de analisar detalhadamente a região do fundo do olho, permitindo a visualização de estruturas como vasos sanguíneos, nervo óptico, retina central e periférica.

Entre as principais condições que podem ser diagnosticadas pelo mapeamento de retina, estão inflamações, descolamento de retina, glaucoma, tumores oculares e até mesmo doenças que não estão relacionadas à retina, como diabetes e hipertensão.

É aconselhável que o mapeamento de retina seja realizado sempre que algum sintoma suspeito apareça, principalmente a partir dos 50 anos de idade.

Para maiores informações entre em contato com Dr. Alexandre Grandinetti.⠀

Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)⠀

Agendamento de Consultas:⠀

Telefone: (41) 3310-4284⠀

Whatsapp: (41) 99173-2025

Instagram e Facebook: /dr.alexandregrandinetti⠀

perda da visão central

Perda da visão central

A visão central é responsável por cerca de 90% de tudo o que é capitado pelo olhar, portanto sendo grave quando ocorrem doenças que a afetam, como a Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI).

A DMRI é uma condição que prejudica a mácula, responsável justamente por dar maior nitidez para a visão central, fazendo com que haja uma deterioração dessa área e, em decorrência disso, a formação de uma espécie de mancha negra no centro do olhar com o passar do tempo.

Com um diagnóstico precoce, é possível um tratamento adequado, de forma a prevenir que a visão central sofra uma deterioração maior, por isso a importância de ir regularmente ao oftalmologista e recorrer a esse profissional imediatamente ao sentir qualquer sintoma ou sinal de incômodo na visão.

Para maiores informações entre em contato com Dr. Alexandre Grandinetti.⠀

Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)⠀ Agendamento de Consultas:⠀

Telefone: (41) 3310-4284⠀

Whatsapp: (41) 99173-2025

Instagram e Facebook: /dr.alexandregrandinetti⠀