diabetes e doenças oculares

Diabetes e doenças oculares

Quem tem diabetes precisa tomar muito cuidado com o nível de açúcar no sangue, uma vez que esta condição pode dar origem a outras doenças, sendo as principais relacionadas a problemas oculares e podendo, inclusive, causar a cegueira.

Entre as principais condições oculares relacionadas à falta de cuidado com a diabetes, estão:

— Retinopatia diabética;

— Edema macular diabético (EMD);

— Aumento de chances de contrair catarata, glaucoma e descolamento de retina;

— Possibilidade da perda permanente da visão em decorrência das doenças mencionadas.

Ao sentir qualquer alteração na visão, é importante ir urgentemente ao oftalmologista, além de fazer exames preventivos de rotina, uma vez ao ano, pois doenças como o EMD costumam não manifestar sintomas em sua fase inicial.

Para maiores informações entre em contato com Dr. Alexandre Grandinetti.⠀

Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)⠀ Agendamento de Consultas:⠀

Telefone: (41) 3310-4284⠀

Whatsapp: (41) 99173-2025

 

Instagram e Facebook: /dr.alexandregrandinetti⠀
buraco macular

Buraco Macular, tratamento em Curitiba

O buraco macular é uma condição que atinge a mácula, parte localizada no centro da retina, formando um furo que é crescente com o passar do tempo, danificando a visão central progressivamente.

Entre os sintomas causados pela doença, estão a dificuldade para enxergar à longa distância, complexidade na leitura e uma mancha cinza no centro da visão.

O tratamento é realizado por meio da cirurgia de Vitrectomia via Lars Plana, na qual é injetado um gás na retina, este podendo ficar presente no olho por cerca de dois meses e capaz de pressionar a retina para cicatrização da mácula.

Para maiores informações entre em contato com Dr. Alexandre Grandinetti.⠀

Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)⠀

 

Agendamento de Consultas:⠀

Telefone: (41) 3310-4284⠀

Whatsapp: (41) 99173-2025 .⠀

 

Instagram e Facebook: /dr.alexandregrandinetti⠀

injeções intravítreas

Injeções intravítreas

A injeção intravítrea é um tratamento utilizado, principalmente, para condições relacionadas à retina, como Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI) e Edema Macular Diabético.

O tratamento consiste no uso de uma injeção no globo ocular, aplicando medicamentos no Vítreo, uma substância gelatinosa que mantém a retina posicionada e evita o seu descolamento.

Através do uso da injeção intravítrea, é possível impedir a formação de neovasos, diminuir a inflamação e reduzir os sintomas das condições especificadas.

 

Para maiores informações entre em contato com Dr. Alexandre Grandinetti.⠀

Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)⠀ .⠀

 

Agendamento de Consultas:⠀

Telefone: (41) 3310-4284⠀

Whatsapp: (41) 99173-2025

 

Instagram e Facebook: /dr.alexandregrandinetti⠀

membrana epirretiniana

O que é membrana epirretiniana?

Geralmente surgindo após os 70 anos de idade, a membrana epirretiniana é uma condição no qual há a formação de uma fina camada de tecido sobre a retina, ocasionando o seu enrugamento.

Entre os seus sintomas, o principal é a visão turva, que pode evoluir conforme as cinco fases da condição, dando a sensação de enxergar através de um plástico.

Na maioria dos casos, não é necessário tratamento. Porém, em casos que a visão incomoda ou nas fases mais graves da doença,pode ser necessário uma vitrectomia com descolamento da membrana para retirar a camada.

Para maiores informações entre em contato com Dr. Alexandre Grandinetti.⠀

Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)⠀

Agendamento de Consultas:⠀

Telefone: (41) 3310-4284⠀

Whatsapp: (41) 99173-2025 .⠀

Instagram e Facebook: /dr.alexandregrandinetti⠀

mapeamento de retina

O que é o mapeamento de retina?

Também conhecido como exame de fundo de olho, o mapeamento de retina serve para analisar todas as estruturas no fundo do olho, sendo possível o diagnóstico de diversas condições relacionadas ao local.⠀
O exame é realizado por meio de uma lente posicionada entre o globo ocular e o oftalmoscópio, que irá enviar uma luz e clarear a pupila, previamente dilatada, revelando as estruturas do fundo do olho.⠀
Entre as condições possíveis de serem diagnosticadas pelo exame de fundo de olho, estão o descolamento de retina, buraco macular, tumores, hemorragias e oclusões vasculares, sendo importante o diagnóstico precoce para aumentar as chances de um tratamento agilizado e eficaz.⠀
.⠀
Para maiores informações entre em contato com Dr. Alexandre Grandinetti.⠀⠀
Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)⠀⠀
.⠀⠀
Agendamento de Consultas:⠀⠀
Telefone: (41) 3310-4284⠀⠀
Whatsapp: (41) 99173-2025 .⠀⠀
Veja mais no site: https://alexandregrandinetti.com.br⠀⠀
.⠀⠀
Instagram e Facebook: /dr.alexandregrandinetti⠀

Cirurgia 3D da Retina

Cirurgia 3D da Retina

As doenças que afetam a retina tem potencial para causar perda definitiva da visão, devido a importância dessa região!

A incorporação de tecnologia 3D nas cirurgias tem trazido vários benefícios, pois aumenta a precisão do procedimento, melhora a qualidade do resultado e reduz o tempo em centro cirúrgico, aumentando a segurança do paciente e as chances de uma melhora na qualidade de vida!

Atualmente, utilizamos a tecnologia 3D para todos os procedimentos possíveis, visando levar essas vantagens para os pacientes.

Para maiores informações entre em contato com Dr. Alexandre Grandinetti.

Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)

 

Agendamento de Consultas:

Telefone: (41) 3310-4284

Whatsapp: (41) 99173-2025

 

Instagram e Facebook: /dr.alexandregrandinetti

Conheça as principais doenças que podem ser tratadas em Curitiba e o valor para tratamentos de retina

Conheça as principais doenças que podem ser tratadas em Curitiba e o valor para tratamentos de retina

Conheça as principais doenças que podem ser tratadas em Curitiba e o valor para tratamentos de retina

 

A retina é uma membrana responsável por revestir a superfície interior do globo ocular, sendo composta, basicamente, de células nervosas, responsáveis pela transcrição dos fluxos luminosos para o cérebro.

Devido a sua importância, qualquer doença que surja na retina pode ser extremamente perigosa para a visão, podendo causar uma cegueira.

As principais doenças de retina são:

 

Descolamento de Retina

O descolamento da retina ocorre quando esta parte de solta do globo ocular, gerando sintomas como flashes de luz, sombras na visão, vista embaçada, moscas volantes e perda progressiva da capacidade de enxergar.

A condição pode causar uma cegueira caso não seja tratado imediatamente, por isso, é importante ir ao médico assim que sentir os primeiros sintomas.

A doença pode ser corrigida por meio da vitrectomia (utilizando microincisões com instrumentos cirúrgicos), retinopexia (via implante de silicone) ou retinopatia pneumática (com gás para exercer pressão no globo ocular), dependendo do tipo de descolamento.

 

Moscas Volantes

As moscas volantes são células especiais que se formam no interior do olho, formando as manchas ou nuvens que parecem estar na frente da vista, podendo ser ocasionado por descolamento vítreo, cirurgia de catarata, inflamação ocular ou miopia.

Geralmente, as moscas volantes desaparecem ou diminuem com o tempo, por isso não é necessário nenhum tratamento. Porém, caso haja dificuldades para enxergar, é possível a correção via vitrectomia pars plana.

 

Buraco Macular

O buraco macular é um furo que se desenvolve na mácula, região central do olho, responsável pela formação de cores e de detalhes na visão.

A condição ocasiona sintomas como perda de visão para longe, dificuldades na leitura e uma mancha acinzentada no centro da visão.

O tratamento do Buraco Macular é possível por meio de uma cirurgia de vitrectomia pars plana, no qual é injetado um gás para gerar pressão no olho fechar a o furo na mácula.

 

Retinopatia Diabética

A Retinopatia Diabética é uma das principais condições oculares que acontecem com quem não trata a diabetes corretamente e possui uma alimentação adequada, afetando os vasos sanguíneos presentes no olho.

Na primeira fase da doença, ocorrem hemorragias nos vasos, que podem evoluir para uma neovascularização, causando cegueira devido ao surgimento de outras condições, como edema macular, hemorragia vítrea, descolamento de retina e glaucoma neovascular.

Além de uma alimentação saudável e do uso regular da insulina, a retinopatia diabética pode ser tratada por meio da fotocoagulação por raios laser, no qual há a cauterização de áreas da retina para estancar as hemorragias.

 

Degeneração Macular Relacionada à Idade

A Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI) é uma condição no qual há um desgaste natural da mácula, em sua fase seca, podendo evoluir para a formação de vasos sanguíneos anormais em sua etapa úmida, que podem causar a cegueira.

A DMRI pode não causar nenhum sintoma na fase inicial da doença, no máximo ocasionando um embaçamento na visão, porém, ela pode evoluir para o aparecimento de uma mancha na visão central em sua fase úmida.

 


 

ONDE TRATAR DOENÇAS DE RETINA EM CURITIBA?

As condições para retina podem ser tratadas através do Dr.Alexandre Grandinetti, oftalmologista há mais de 15 anos, com mais de diversas palestras em congressos nacionais e internacionais em seu currículo, grande parte delas falando sobre condições relacionadas à retina.

Dr. Grandinetti também é membro de diversas associações, como:

– Associação Paranaense de Oftalmologia;

– Conselho Brasileiro de Oftalmologia;

– Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo;

– American Society of Cataract and Refractive Surgery;

– American Society of Retina Specialists;

– American Academy of Ophthalmology.

 

Marque o seu horário pelo telefone (41) 3310-4284 ou (41) 3310 4240.

Venha fazer uma visita no endereço: Rua Coronel Dulcídio, 199 – Batel – Curitiba – Paraná.

Cirurgia de Catarata em Curitiba O que é a Catarata, quais os sintomas. cirurgia e preço do tratamento da Catarata

Cirurgia de Catarata em Curitiba: O que é a Catarata, quais os sintomas. cirurgia e preço do tratamento da Catarata

Cirurgia de Catarata em Curitiba: O que é a Catarata, quais os sintomas. cirurgia e preço do tratamento da Catarata

A catarata é uma condição que acomete, principalmente, as pessoas com mais de 60 anos, se caracterizando pela perda da transparência do cristalino, estrutura que funciona como se fosse uma lente do olho, atuando na refração das imagens para o cérebro.

A catarata atua devido a problemas nas fibras do cristalino, que se desgastam com o tempo, e não é uma doença que possa ser prevenida de seu surgimento, apenas podendo ser amenizada através de um estilo de vida saudável.

A doença é a principal causa de cegueira reversível do mundo, sendo que o único tratamento definitivo para a condição consiste na cirurgia de catarata, que remove o cristalino e insere uma lente intraocular no lugar.

 

SINTOMAS

O principal sintoma que a catarata apresenta é o embaçamento e a perda progressiva da visão, podendo evoluir para uma cegueira reversível, caso não seja tratada a tempo.

Além disso, a catarata causa outros sintomas, como visão dupla, mudanças frequentes no grau de óculos, dificuldades na visão noturna e flashes de luz no olhar.

 

CIRURGIA

O único tratamento definitivo para a catarata consiste em uma operação cirúrgica, no qual há a retirada do cristalino para colocar uma lente intraocular no lugar, que irá ocupar as mesmas funções da parte removida.

Justamente devido a retirada do cristalino com a catarata, não existe a chance da condição retornar para o olho do paciente, no máximo um embaçamento da lente intraocular, que pode ser resolvido por meio de uma limpeza interna.

A cirurgia é indolor e, apesar de ter a duração variada conforme o paciente, não costuma durar mais do que 20 minutos, com um pós-operatório total de 30 dias para voltar a realizar qualquer tipo de atividade.

 

QUAL É O PREÇO DA CIRURGIA DE CATARATA EM CURITIBA?

O valor da cirurgia de catarata depende muito de acordo com as características do paciente, além do médico que vai realizar a cirurgia e as suas competências, sendo importante agendar um horário para saber qual o valor certo para o seu procedimento.

 

ONDE REALIZAR A CIRURGIA DE CATARATA EM CURITIBA?

A cirurgia de catarata pode ser realizada em Curitiba através do Dr.Alexandre Grandinetti, oftalmologista há mais de 15 anos e especialista em catarata, vítreo e retina, tendo realizado mais de quatro mil cirurgias oftalmológicas.

Dr. Grandinetti também possui diversas participações em congressos nacionais e internacionais em seu currículo, sendo membro de diversas associações e conselhos, como:

Associação Paranaense de Oftalmologia;

Conselho Brasileiro de Oftalmologia;

Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo;

American Society of Cataract and Refractive Surgery;

American Society of Retina Specialists;

American Academy of Ophthalmology.

 

Marque o seu horário pelo telefone (41) 3310-4284 ou (41) 3310 4240.

Venha fazer uma visita no endereço: Rua Coronel Dulcídio, 199 – Batel – Curitiba – Paraná.

Dr. Alexandre Grandinetti no Alcon Academy 2019

Dr. Alexandre Grandinetti no Alcon Academy 2019

Nos dias 9 e 10 de agosto, o Dr. Alexandre Grandinetti esteve em São Paulo para palestrar no Alcon Academy 2019, um dos principais eventos nacionais relacionados a novas tecnologias no tratamento da catarata.
Em sua palestra, o Dr. Alexandre falou sobre a cirurgia de catarata com a tecnologia 3D, explicando sobre o procedimento e a importância da tecnologia no futuro do tratamento da condição.

Dr. Alexandre Grandinetti.
Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)
Agendamento de Consultas:
Telefone: (41) 3310-4284
Whatsapp: (41) 99173-2025
Veja mais no site: https://alexandregrandinetti.com.br
Instagram e Facebook: /dr.alexandregrandinetti

Retinopatia da prematuridade

Retinopatia da prematuridade

A retinopatia da prematuridade (ROP) é a maior causa de cegueira entre recém-nascido, sendo uma condição no qual os vasos que compõem a retina não se desenvolvem corretamente, podendo crescer acima ou abaixo do esperado.

Entre os principais grupos de risco para a doença, estão os bebês que nasceram antes da 32ª semana de gestação, com pouco peso ou os que precisaram de tratamento com oxigênio após o parto.

A ROP pode ser detectada logo no nascimento, através do teste do olhinho, sendo que 90% dos casos não são graves, desde que tratados nos primeiros meses de vida e em um oftalmologista de confiança.

Para maiores informações entre em contato com Dr. Alexandre Grandinetti.

Especialista em Cirurgia de Catarata, Retina e Vítreo (CRM 19.607)

Agendamento de Consultas:
Telefone: (41) 3310-4284
Whatsapp: (41) 99173-2025

Instagram e Facebook: /dr.alexandregrandinetti