Existem medicações para uso intra-ocular que permitem o tratamento de diversas patologias como DMRI, edema macular diabético, inflamações crônicas.

O procedimento é realizado com anestesia tópica e o paciente tem alta em seguida.

Podemos destacar os seguites fármacos:

AVASTIN

Primeiro anti-VEGF a demonstrar melhora de visão em pacientes com DMRI. Desenvolvido para tratamento de câncer de intestino.

LUCENTIS

É um fragmento de anticorpo monoclonal que bloqueia um fator de crescimento denominado "VEGF-A" (fator de crescimento endotelial vascular A). Desenvolvido e liberado para o tratamento de doenças oftalmológicas, em especial a DMRI e a retinopatia diabética.

EYLEA

Trata-se de uma nova molécula que combate dois fatores que provocam o recrudescimento da doença, o VEGF e o Placenta GrowthFactor (PlGF). Foi desenvolvido para uso ocular e para que possibilitasse um intervalo maior entre as aplicações.

TRIANCINOLONA

É um anti-inflamatório esteroidal utilizado no tratamento de doenças inflamatórias e edema macular. Tem como efeito colateral aumento da pressão intra ocular e o desenvolvimento de catarata.

OZURDEX

É um implante de liberação lenta de dexametazona. Utilizado no tratamento de doenças inflamatórias e de edema macular. Como todo corticoide também pode levar ao aumento da pressão intra-ocular e ao desenvolvimento de catarata. Tem como vantagem um maior tempo de duração do seu efeito terapêutico, sendo necessárias menos injeções.

injeções intravitreas curitiba

Agendamento de Consultas