injeção intra vitrea curitiba

A injeção Intra Vítrea no tratamento da Degeneração Macular Relacionada a Idade

É importante que os filhos e netos fiquem atentos aos idosos e as suas queixas sobre a saúde ocular. Muitas vezes as pessoas pensam que basta ajustar o grau dos óculos que a visão melhorará, ou que é simplesmente um pouco de dificuldade de enxergar. Porém, a partir dos 50 anos de idade, algumas doenças oculares podem prejudicar consideravelmente a qualidade de vida das pessoas.

degeneracao macular tratamento com injecao intra vitrea

Com o aumento da expectativa de vida não é interessante perder boa parte da visão aos 50 ou 60 anos de idade, quando podemos viver até os 90 ou 100, ou seja, de 30 a 40 anos com a visão debilitada impedindo de realizar tarefas simples como ler ou caminhar, isso sem considerar que os idosos têm uma vida cada vez mais ativa, praticando esportes e outras atividades.

 

 

 

 

injeção intra vitrea curitiba

A degeneração macular relacionada a idade é uma doença silenciosa e progressiva, que prejudica a visão central, deixando uma mancha escura na visão, causando grande debilidade visual para o idoso.

A doença é caracterizada por atingir a mácula, uma estrutura que fica no fundo do olho (retina) e é responsável pela visão central, identificação das cores, pela maior nitidez do que enxergarmos e otimiza a visão noturna, ou seja, uma parte considerável de nossa visão depende dessa região da retina.

Existem dois tipos de Degeneração Macular: a seca e a úmida (exsudativa), sendo que a primeira corresponde a 90% dos casos e tem uma evolução lenta e gradual, já a DMRI úmida atinge somente 10% dos casos. Porém, os efeitos da segunda são mais drásticos e sua evolução é rápida, causando mais danos a visão do paciente.

Para a DMRI seca não existem tratamentos definitivos, somente alguns testes clínicos em laboratórios ainda em fase de pesquisa. Já para DMRI úmida o tratamento mais eficaz é a injeção intra-vítrea.

O que é a Injeção Intra-vítrea

A Injeção intravítrea é um tratamento eficiente para a DMRI. Consiste na aplicação de medicamentos especiais que impedem o avanço da Degeneração na mácula. Em muitos casos, as injeções conseguem até mesmo melhorar a visão paciente, reduzindo os efeitos da doença.

injeção intra vitrea tratamento DMRI2

A principal característica da DMRI úmida é a presença de micro hemorragias na mácula, causada pelo crescimento de neovasos na região, que se rompem facilmente. O tratamento visa impedir o crescimento de novos vasos sanguíneos. Os vasos já existentes diminuem de tamanho com a aplicação das injeções.

O Dr. Alexandre Grandinetti explica que o procedimento é realizado em centro cirúrgico e tem ótimos resultados, sendo que a ANS aprovou uma portaria que obriga os planos a cobrirem o tratamento de injeção intravítrea para algumas medicações.

Como é diagnosticado a DMRI?

O diagnóstico é feito com exames de fundo de olho como a angiografia. Este exame em um contraste especial aplicado na veia do paciente, e posteriormente, um equipamento é posicionado na frente dos olhos e captura imagens precisas, que demonstram o estado dos vasos sanguíneos do fundo do olho.

Outro exame importante é o OCT (Tomografia de coerência óptica) com imagem 3D. Este exame é muito preciso e consegue uma imagem tridimensional da mácula, indicando com precisão como está o avanço da DMRI para cada caso. Permitindo ao oftalmologista especialista em Retina e Vítreo determinar o melhor tratamento para o paciente. Por isso é importante procurar um oftalmologista especializado quando há queixa de perda visual, a simples troca de óculos pode retardar o diagnóstico e prejudicar o tratamento do paciente, agravando e acelerando a perda visual.

A população idosa no Brasil vem crescendo ano após ano em ritmo acelerado, estimativas indicam que dentro de 30 anos o número de idosos irá triplicar em nosso pais.

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *